domingo, 9 de fevereiro de 2014

RUMO AO PASO SAN FRANCISCO - parte 2


  • O que vale a pena destacar desta viagem...

  • A falta de gasolina em MUITOS postos na Argentina. Isto foi um fator estressante nesta viagem. Não ficamos sem combustível, mas tivemos que enfrentar filas para abastecer em algumas localidades. Em "CRUZ DEL EJE" não havia combustível e tivemos que reduzir o ritmo da viagem para chegar com segurança à próxima localidade. Um comerciante local nos fez a gentileza de ligar para um posto PETROBRÁS de um amigo na cidade vizinha para termos a garantia de poder abastecer. 
  • Muitos destes postos somente aceitavam abastecimento pago "em dinheiro".
  • O calor que estamos vivendo agora, especialmente no Rio Grande do Sul, com temperaturas por volta dos 40 graus, nos fez relembrar os dias que passamos nesta viagem ao Paso San Francisco. A Região Norte da Argentina é extremamente quente.
  • Na entrada da cidade de TINOGASTA há um posto da polícia. Neste local nos fizeram parar e revistaram toda nossa bagagem. Só perderam tempo!
  • Hotéis desta viagem que merecem ser citados positivamente são o HOTEL ACONCÁGUA, em Roque Saenz Pena, o HOTEL SAVOY, em Santiago Del Estero, a HOSTERIA MUNICIPAL em Fiambalá, o HOTEL MEDITERRÂNEO, em San Francisco (Córdoba), além, é claro, do HOTEL FARES TURIS, em Uruguaiana, onde já entramos direto na garagem, bastando apenas passar pela recepção buzinando!
  • Mais uma vez contamos com a gentileza do povo argentino. Na entrada de Roque Saenz Pena, após pararmos perto do pórtico, um senhor aparentando uns 50 anos parou ao nosso lado com seu Citroen C3, oferecendo-se para nos guiar até "o melhor hotel da cidade". O HOTEL ACONCÁGUA, fomos descobrir ao chegar, é ponto de parada de muitos motociclistas brasileiros que viajam para aquela região (a recepção está repleta de adesivos de moto grupos). Outro fato ocorreu na autopista para Córdoba. Após um dos pedágios, o motorista atrás de nós percebeu que eu havia feito uma pergunta ao atendente. Ao parar no acostamento para recolocar as luvas, este carro parou ao nosso lado, perguntando se precisávamos de ajuda. Eu lhe perguntei qual seria a melhor saída para a Ruta 19, para San Francisco. Ao invés de explicar, ele simplesmente entrou no carro e nos guiou até o caminho correto. Ele estava acompanhado da esposa e dos dois filhos. 


2 comentários:

CLODOALDO SCHERNER disse...

E aí pessoal, tudo bem? Deixei salvo nos meus favoritos o link do blog de vcs e às vezes dou uma espiada pra ver onde a "Fê" tem andado e, claro, ver as fotos e relatos das viagens. Que bom que voltaram a viajar e espero ver muitas outras aventuras de vcs aqui! Acabei não ficando muito tempo com a CB, pois não estava tendo tempo pra andar, vendi pra um amigo aqui em Passo Fundo, que ainda está com ela. Recebi uma Fazer 250 no negócio e entreguei numa Suzuki GSX-F 750. Mas, vejam só, agora que estou tendo mais tempo pra rodar, pois consegui transferência pra trabalhar na minha cidade, voltei pra Fazer 600!!! Encontrei uma à venda em Gramado no final do ano passado, ano 2009, em ótimo estado e fui correndo buscar. Agora só alegria de novo! Passeios curtos com os amigos aos finais de semana , mas ainda não desisti de fazer um viagem longa. Um abraço ao casal e boas viagens !!!

Sara disse...

Eu acho que em algum momento eu vou ter que tirar umas férias, porque como você eu preciso descansar Espero ser capaz de tirar umas férias bem merecidas, então eu vou olhar para um hoteis em argentina